Alexandre Frota critica gestão de Bolsonaro e é expulso do PSL

O PSL decidiu expulsar o deputado Alexandre Frota (SP), após reunião realizada nesta terça-feira 13, com o presidente do partido, Luciano Bivar. O pedido de expulsão partiu da deputada Carla Zambelli (PSL-SP). Na última semana, a parlamentar considerou como “hipocrisia” caso o deputado permanecesse na sigla.

Nos últimos dias, Frota criticou publicamente o presidente da República, dizendo-se “decepcionado” com as atitudes de Jair Bolsonaro. No segundo turno de votações da reforma da Previdência, o deputado se absteve, apesar de ter sido o coordenador do PSL na comissão especial da proposta.

 

Jair Bolsonaro e Frota juntos em algumas caminhadas para conversar com o povo

 

Em fevereiro deste ano, o parlamentar amassou uma laranja com a mão em plena tribuna da Câmara dos Deputados. “Laranja podre no PSL será esmagada”, disse Frota, em discurso.

Frota se filiou à legenda em março de 2018, após ganhar fama na política em defesa do processo de impeachmentcontra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Bolsonaro, então pré-candidato à presidência, chegou a dizer, em tom de brincadeira, que o ex-ator poderia ser ministro da Cultura. Antes do PSL, Frota integrou o partido Patriota.

Ainda não há informações sobre a próxima legenda escolhida pelo parlamentar. Devido à expulsão, o caso não será considerado como infidelidade partidária e ele poderá optar por outra sigla.

 

 

 

Comentários

Comentários

Comente

%d blogueiros gostam disto: