Governo do Estado emite nota sobre a reintegração de posse na comunidade Cajueiro, após intensas manifestações

Moradores da comunidade Cajueiro realizaram uma manifestação nessa segunda-feira (12) em frente ao Palácio dos Leões, em São Luís, para evitar a construção de um porto privado na área.

Os manifestantes utilizaram cartazes e um carro de som para chamar atenção do poder público. Segundo os moradores, desde 2014 eles estão passando por um processo de reintegração de posse de terras.

Embora haja uma sentença judicial de 2015 que garante a posse da terra aos moradores do Cajueiro, em julho de 2018, uma liminar assinada pelo juiz Marcelo Oka, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, garantiu a reintegração de posse a empresa.

A manifestação se estendeu até o período da noite e a Polícia Militar precisou dispersar os manifestantes. Em nota, o Governo do Estado informou que foi necessário o uso da força policial para assegurar o cumprimento da lei.

Pelas redes sociais, o governador Flávio Dino informou que a reintegração de posse ocorreu por ordem judicial e nada se relaciona com o Porto do Itaqui.

 

 

Comentários

Comentários

Comente

%d blogueiros gostam disto: